Black Friday O Natal do Ecommerce

Black Friday: o Natal do E-commerce!

Consumidor brasileiro está comprando cada vez mais pela internet. Black Friday de 2015 registrou recordes de pedidos, valores gastos e compras por dispositivos móveis

Uma tradição norte-americana que conquista cada vez mais a simpatia e o bolso dos consumidores brasileiros. A Black Friday já é uma realidade em lojas de vários segmentos e a tendência é que este “feriado” do comércio se estabeleça de vez no calendário do consumo nacional, assim como ocorre com o Natal, Dia das Mães, das Crianças e dos Namorados. Como você já deve saber a esta altura do campeonato, a Black Friday acontece sempre na última sexta-feira de novembro seguinte ao feriado de ação de graças, nos EUA.

Natal do EcommerceSe para os consumidores a data representa descontos e mais descontos, para os comerciantes é o dia para faturar alto… Inclusive na internet. O e-commerce é um importante aliado para lojistas e que ano após ano fica mais acessível e simpático ao público final. Como efeito comparativo, em 2012, por exemplo, mais de R$240 milhões foram gerados apenas por vendas online durante a Black Friday. Em 2015 este número saltou para R$1,6 bilhão! O volume altíssimo de vendas representa um aumento impressionante de 38% em relação a 2014.

O “Natal do e-commerce” é justificável quando analisamos quantos pedidos foram feitos pela internet durante a última sexta-feira de novembro: 2,77 milhões!  Além disso, o valor médio da compra online foi de R$580, um aumento de 11% em relação ao ano passado. As pessoas também estão comprando mais por celulares e tablets, o que reforça a necessidade lojas virtuais responsivas… O brasileiro gastou R$140 milhões (9% to total) em e-commerces acessados por dispositivos móveis.

As vendas por e-commerce, todavia, ficaram mais concentradas na região sudeste (71%) e sul (12%) do Brasil, muito em razão do poder aquisitivo das famílias que vivem nos estados mais ricos do país. Os produtos mais procurados e também os mais vendidos foram:

  1. Eletrodomésticos: 17,2%
  2. Telefonia / Celulares: 16,6%
  3. Eletrônicos: 9,2%
  4. Moda e acessórios: 9,1%
  5. Informática: 9%

Confiança.com

Um dos principais motivos do crescimento nas compras online na última Black Friday é o aumento da confiança do consumidor brasileiro em relação aos descontos. Quem aqui não se lembra de perguntar “Terá desconto mesmo ou vamos pagar metade do dobro”? A ação de órgãos que defendem o consumidor e a autorregulamentação das empresas foram medidas que fizeram o brasileiro deixar a desconfiança de lado e gastar mais na Black Friday de 2015.

Para o mercado de e-commerce, a vantagem é ainda maior porque o consumidor teve a oportunidade de comparar o preço real dos produtos na própria loja virtual, o que influencia (e muito) a compra final. Além disso, o e-commerce na Black Friday também evitou um dos fenômenos mais comentados da data: as filas quilométricas. Pouco a pouco, com o aumento da confiança em comprar online, o brasileiro está percebendo as vantagens de realizar suas compras pelo e-commerce.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>